19 junho, 2009

Eduardo & Mônica - a história

Tudo começou em 12 de junho 2005 .

de bobeira na internet no que poderia ser o pior dia do anos, senão o mais chato, o tal do msn resolve dar uma de cupido e interferir no destino. derrepente chega a mensagem: ***** gostaria de ser seu amigo (ou uma mensagem parecida). de ante mão digo q nunca fui muito fã dessa idéia de sair adicionando, mas tava muito afim de um papo qualquer, então cliquei SIM.

de início na nada anormal, aquela conversinha "interrogatório" e chata, logo me arrependo do sim
e a saída era o bom e velho "vou dar uma saída e já volto" na tentativa de bloquear o bofe e adeus! foi o que eu queria fazer, mas...mas...esqueci!! acredita nisso?? sai do msn e fui tomar banho de verdade, mergulhada no total desânimo.

para surpresa geral, é aí que a historia fica boa, quanto reconectei lá estava ele e puxou papo outra vez e o que estava fadado a ser trágico ganhou ares de encanto. em alguns minutos de papo já tinhamos gasto muito sorriso e enfim, eramos "amigos virtuais".

voltando um pouco no tempo, no meu coração estava um amigo de faculdade que eu não sabia pq, mas estava apaixonada por ele que nunca olhou em meus olhos...pra um coração vazio isso parecia o fim, mas era so um começo bom!

dados uns desencontros com o tal colega da facu, uma semana depois marquei de sair com o tal carinha do msn e ele topou. era dia 18 de junho de 2005 e nunca mais deixariamos de pensar um no outro, talvez pelo resto de nossas vidas.

tudo começou tenso, como um 1º encontro normal, ele tímido e eu ansiosa e sorridente como sempre. depois de um bom papo olhando nos olhos e falando apenas sobre a vida resolvemos dar uma volta e (estrondo) ele segura minha mão. após uns minutos andando e sorrindo sentamos um de frente pro outro, olho no olho e a coisa parecia estar escritas nas estrelas, com texto perfeito ele pergunta:
- posso roubar um beijo?
- não! - respondi sorrindo deixando que o senso de humor comandasse a situação.
então, entrando no clima ele à beija transformando aquele beijo ao por-do-sol em eterno.

AGUARDEM CENAS DOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS.

6 comentários:

Raiana Reis disse...

Que delícia de conto de fadas real! Oi Satine, obrigada pela visita no Tocou! Fico feliz por vc ter gostado, muito mesmo! Volte sempre pra trocarmos ideia nessa 'Blogosfera interativa' e ótimo períojo junino pra vc!

Lidy disse...

Amiga
Esse texto além de real é bem reflexivo... mostra q qdo menos esperamos algo... eh q aparecem surpresas q podem mudar nossas vidas.
Adorei o texto!!!
Bjão
Lidy

☆ÅÑЮËZÅ ☆-=|ßÎÑÅ|=- disse...

Passei rapido mas gostei do blog passo com mais calma da proxima vez
Parabens pelo blog
Continue postando

Blog da Satine disse...

obrigada pessoal...esse feedback ta me inspirando pro texto de amanha!
bjs a todos

Guiovan Coimbra de Oliveira disse...

Hum pois é a vida cibernetica nos prega cada peça as vezes felizes e lindas como as suas as vezes incovinientes e chatas como de milhões de outras!!!!
sortuda vc em menina!!!!
parabens!!!! pelo texto e pela sorte!!!!
bjs!!!

Marcos Lavigne disse...

Obrigado pelo comentário, adorei a historia, vou acompanhar!